Reconciliação, do grego 'katallage", nos remete para o cenário de um relacionamento rompido, seja com o Pai Celestial, com a pessoa amada, com irmãos de sangue ou de fé; sim, rupturas entre pais e filhos, entre parentes, amigos, colegas de trabalho, de escola ou até relacionamentos rompidos com a igreja; então, surge esta extraordinária oferta divina chamada reconciliação, capaz de restaurar nossa vida de fé altruísta, cheia de perspectivas vitoriosas e fervor em servir ao Senhor. Muitos não alcançam a vida cristã fundamentada em Cristo e na Sua palavra, porque deixaram seus corações se azedarem por falácias, disque-disques, mentiras, filosofias humanas e infernais. Infelizmente, muitos permitiram que estas coisas penetrassem na sua alma e, agora, são feridas que atingiram de forma implacável a fé, permitindo que o vendaval de heresias arrastasse suas convicções, causando um estrago considerável na trajetória cristã. Não é por acaso que muitos abandonaram a fé e estão sangrando, tendo uma vida cristã fragilizada, doente ou, quem sabe, morta espiritualmente. Por outro lado sabemos que Satanás tem investido pesadamente para separar o homem de Deus e destruir os relacionamentos interpessoais na família, na igreja e com as pessoas lá fora, onde convivemos no nosso dia-a-dia.

Sabemos que nenhum laço rompido pode ser restaurado se não houver a iniciativa de alguém. Alguém tem que levantar a bandeira e sinalizar o conserto, a reconciliação. Deus já fez isso lá no alto do Gólgota, quando através do sacrifício de Cristo nos reconciliou com Ele, como afirma o apóstolo Paulo "Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando reconciliados, seremos salvos pela sua vida" (Romanos 5.10); portanto, fica evidente que sempre foi o grande desejo de Deus nos levar a uma vida abundante de intimidade com Ele e de contínuo crescimento em todas as áreas da vida; porém, sabemos que isso só será possível se nos quebrantamos e estivermos dispostos a reconhecermos as nossas fragilidades e a nossa dependência total do Senhor Jesus; afinal, Ele advertiu: "Sem mim nada podeis fazer".

Para obtermos uma vida cristã vitoriosa, cheia de graça e de profundas experiências com Deus, é imprescindível um coração arrependido e que deseje, acima de tudo, estar em profunda comunhão com Deus. É tempo de reconciliação! Não se pode deixar para depois! O tempo de reconciliação em todas as áreas é agora. A Bíblia revela um Deus dando oportunidade para o ser humano se reconciliar com os céus e desfrutar de uma vida vitoriosa aqui na terra.

Quantos que cresceram juntos espiritualmente, alimentaram-se da mesa sagrada do Senhor, compartilharam a mesma fé, o mesmo objetivo; mas, sem aviso, uma experiência negativa, uma palavra mal colocada, uma desconfiança sem motivo, foi o suficiente para o mal entrar, rompendo a comunhão, destruindo o afeto, a paz, a alegria, transtornando todo o relacionamento; contudo, eis um novo ano proporcionado por Deus para experimentarmos o milagre da reconciliação. Reconciliar com Deus não é somente para aquele que se afastou da casa do Pai Celestial, mas é para você que está na igreja; assim, 2017 se apresenta como um ano para você fazer as pazes com Deus, deixar de lado todo o egoísmo, a falta de amor para com as Escrituras, abandonar a frieza espiritual, banir o orgulho, a arrogância e a sensação do ser dono da razão, da verdade e das melhores ideias. Chegou o momento de eliminar esse desinteresse pela salvação das pessoas, a falta de amor para com o próximo, a ausência de compaixão pelos perdidos da terra. Precisamos voltar a chorar pelas almas sem Deus, precisamos buscar o temor ao Senhor, precisamos orar e jejuar mais, precisamos voltar a sentir o primeiro amor, precisamos recuperar a alegria e deixar as lágrimas rolarem pela nossa face na presença do Altíssimo. Reconciliação é tudo o que precisamos para viver uma nova história diante de Deus, na família e na igreja.

2017, um ano de reconciliação em todos os sentidos, para todos os que fazem parte da grande família assembleiana e para todos os que pararam no meio da caminhada cristã. Um novo ano para você ser um instrumento de Deus para que todos conheçam que é possível viver uma vida reconciliada em todos os sentidos. Não podemos permanecer calados, indiferentes, omissos, mudos e em silencio, enquanto vidas estão guerreando com Deus, consigo mesmas e com o seu próximo. Há solução na cruz de Cristo; lá no Calvário Deus nos garantiu o seguro caminho da reconciliação.