Todos os dias pelo menos vinte cristãos são mortos em diferfentes países. Qual o crime que cometeram? Decidiram seguir a Jesus.

            No Brasil, é claro, temos liberdade religiosa, mas isto não impede o preconceito e o escárnio em relação àqueles que querem andar de perto com Jesus. Basta você olhar para os principais meios de comunicação e facilmente você encontrará o desprezo por cristãos sinceros. Por quê?

            O mundo odeia Jesus porque não gosta da retidão e do exemplo de uma vida justa. Se você não quiser oposição, basta seguir os padrões de valores e a filosofia de vida que o mundo estebelece; entretanto, muito cedo Jesus advertiu: “Se o mundo vos aborrece, sabei que , primeiro do que a vós, me aborreceu a mim. Se vós fosseis do mundo, o mundo amaria o que era seu: mas, porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi, por isso é que o mundo vos aborrece” (João 15.18,19).

            Como precisamos entender esta verdade! Quando somos desprezados - não pela nossa mediocridade ou pelos nossos erros - mas porque escolhemos o caminho do cristianismo autêntico, podemos estar certos de que o Senhor mesmo estará ao nosso lado para nos confortar e nos defender. A única coisa que Ele não abre mão é da nossa absoluta fidelidade ao Seu senhorio e à Sua Palavra. Como escreveu Tiago: “Não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?” (Tiago 4.4).

            Portanto, diariamente precisamos nos questionar: “de que lado estamos?”. Não há meio termo. Não nos é dado o direito de aceitar e muito menos amar qualquer coisa no mundo que seja contra Cristo. Temos uma aliança com o Senhor e quando honramos o nosso compromisso com Ele o resultado será o Seu cuidado e a Sua proteção mesmo em meio a uma sociedade que queira nos hostilizar. Seja este o nosso brado: “Eu decidi ser amigo de Jesus!”.